quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Construindo uma Formação Tática Efetiva (Pro Player: Cláudio Pessanha)

Atendendo a pedidos, mais uma vez trazemos para vocês mais uma análise tática (a última realizada ainda no PES 2012), dessa vez com a colaboração do Cláudio Pessanha, do estado do Rio de Janeiro. Esperamos, dentro em breve, trazer para vocês novas análises táticas,
já no PES 2013.

Time: Barcelona

Formação Tática:


Por que eu uso esta tática?

Uso esta tática por 3 motivos:

- Fico mais tempo com a bola, diminuindo as chances de ataque do adversário;
- Levo minha marcação para antes do meio-campo, o que inibe o super-cancel, que só funciona no campo de ataque;
- Com o meio-campo povoado e a marcação no meio campo, dificilmente o adversário tem a oportunidade de se posicionar para o tele-guiado.

Dicas da tática: Com o time todo pra frente, tem seus lados negativos, que são os contra-ataques, que podem ser inibidos, se você jogar de forma cadenciada, sem forçar triângulos, que se forem interceptados, sua zaga fica ainda mais exposta. Outra coisa que acontece é que, com o time bem na frente, os atacantes do adversário voltam para tentar fazer linha com seu meio-campo, afastando os de perto da sua área. Com o time todo espalhado no campo adversário você tem sempre muitas opções para tocar. Evite tocar com one-two, porque você tira o jogador da posição sem necessidade, já que tem mais opções para tocar, evitando contra-ataque no buraco deixado pelo jogador. Para usar essa tática é necessário muito auto-controle, porque você fica muito exposto, não é uma tática possível de jogar sem focar 100 % no jogo. E o principal da tática é: paciência, paciência, paciência. Sua oportunidade de gol aparecerá com a posse de bola e a impaciência do adversário em tomar a bola vai te ajudar. Ultima dica: Infelizmente, não funciona bem online, por causa da demora dos passes. Mais é uma ótima tática de ataque nesse modo de jogo.

Estilo de Time:

Ataque total:


Por que eu uso este estilo de time?

Por que adianta a marcação. Marcando no campo adversário, deixo-o o mais longe possível do meu gol, evitando tentativas de chute teleguiado. Marcando no campo adversário o super cancel também não funciona, ficando mais fácil marcar os jogadores que vivem de bugs. Controlo meu time com a barra de equilíbrio, que é extremamente funcional nesse jogo. Sendo assim, não preciso ficar trocando de taticas o tempo todo. Vou dosando, conforme o desenhar do jogo. Na hora de atacar é simplesmente fascinante,  está todo mundo lá, você pode ficar tocando até achar uma brecha ou simplesmente fazer one-two rápidos, e sempre vai aparecer alguém livre para tocar a bola.